SENDO AGRESSIVO NA ROTAÇÃO!

Decks Revelados (05/09/2014)

Spoiler time! Eu tento, eu juro que tento não tentar adivinhar coisas sobre o formato que teremos assim que ocorrer a rotação, mas não consigo. É impossível ver esse monte de carta sendo revelada, imaginar o formato todo mudando e impedir o cérebro de maquinar listas.

Na última rotação eu apostei meio alto no bloco de Ravnica e acabei perdendo uma grande quantidade de cartas, a não ser Jace, porque Jace é Jace e uma hora ele é usado no formato, mas no Grixis que eu resolvi montar eu fiquei parado com a base toda do deck. Hero’s Downfall, Rakdos’ Return e as shocklands foram uteis no formato enquanto duraram, mas eu teria de gastar tudo novamente com as outras cartas base para qualquer deck. Sem falar nos Ral Zarek que ficaram parados e inúteis na pasta.

Dessa vez eu estou pensando menor, ou melhor dizendo, de uma maneira mais segura. Vejam só, se eu tivesse esperado algumas semanas, veria os Devotions vencendo torneios grandes como GPs e PTs e, se tivesse montado deles depois disso, teria tido um deck tier1 para ter jogado a temporada inteira sem quase nenhum gasto adicional conforme as edições iam saindo. O problema é que demora um pouco para esses torneios acontecerem depois da rotação e mesmo um Open na Starcity Games não é definitivo, já que querendo ou não o nível do torneio é bem menor.

Como a galera está sempre com os hormônios à flor da pele para jogar assim que a coleção começa a ser válida no Standard (inclusive eu), não da pra ficar sem deck até esses torneios que definem o formato aconteça. Sendo assim temos duas opções: fazer nossas próprias adaptações de decks que existem agora e não perdem tanto assim (pelo menos comparados com outros decks) com a rotação, ou investir novamente em um deck do bloco, no caso de Theros.

A primeira opção de adaptação pode ser até fácil atualmente. Decks como Jund Monsters ou Planeswalkers ou RG Monsters não perdem muita coisa e temos várias opções para preencher os slots que ficarão vazios. Os Devotions podem sofrer um pouco com a ausência de Nightveil Specter, Desecration Demon, Burnin-Tree Emissary e Boros Reckoner, mas ainda assim há várias coisas do bloco de Theros que podem entrar nessas estratégias oferecendo uma boa devoção.

Existe inclusive uma versão alternativa do Blue Devotion que eu já postei aqui no Decks Revelados e, além de ser bem budget, também parece ter um potencial decente para quem deseja jogar campeonatos sem gastar cegamente logo após a rotação. Resumindo, o deck conta com criaturas bem mais leves e com evasão, até mesmo Vaporkin, e Master of Waves em conjunto com Hall of Triumph para finalizar as partidas. É interessante.

  

Agora, quem joga de UW Control realmente ficará completamente desamparado com o tanto de coisas que a estratégia perde. Se você deseja continuar nessa estratégia, é melhor esperar que o deck ressurja novamente com o que está pra sair ainda, pois rascunhar algo desse estilo no momento é uma missão impossível sem algum poder sobrenatural de previsão do futuro.

Para esses desamparados ou sem base para um deck, eis o artigo que pode te salvar de uma maneira muito simples e sem muitos gastos na medida do possível. Lembrando que dificilmente os decks do bloco continuarão sendo da maneira que são, pois ainda temos M15 para acrescentar cartas além de Khans of Tarkir que está sendo revelado, então fiquem cientes que gastos posteriores serão inevitáveis.

A melhor aposta no momento então, em minha opinião, são os decks monocoloridos. A grande maioria deles são agressivos e esse tipo de deck possui uma grande vantagem sobre os demais nesse período onde todo mundo está tentando ajustar suas listas, sendo consequentemente lentos ou despreparados para tudo o que podem enfrentar num torneio. Como os agressivos são simples e consistentes inicialmente e não possuem um predador natural, eles acabam sendo uma das melhores escolhas para o momento.

Uma das opções mais interessantes ao meu ver é o Black Aggro:

Mono Black Aggro, por wildfiler
MTGO THS Block Daily

21 Swamp
21 Lands

4 Pain Seer
4 Tormented Hero
4 Spiteful Returned
4 Brain Maggot
4 Gnarled Scarhide
4 Herald of Torment
4 Mogis's Marauder
2 Agent of the Fates
1 Nighthowler
31 Creatures

4 Hero's Downfall
2 Thoughtseize
1 Bile Blight
1 Read the Bones
8 Other spells

1 Agent of the Fates
3 Bile Blight
1 Read the Bones
1 Silence the Believers
2 Pharika's Cure
1 Feast of Dreams
3 Dark Betrayal
1 Boon of Erebos
2 Whip of Erebos
15 Sideboard

Num deck como esse acabamos não gastando nada com a base de mana, que é composta apenas por pântanos já que Mutavault vai embora e todo o restante, no momento, está com um preço muito acessível. As cartas mais caras da lista são Thoughtseize e Hero’s Downfall, porém essas são investimentos certeiros já que Seize nunca vai perder seu valor e Downfall se manterá enquanto for válido no formato. Ainda assim podemos facilmente jogar sem algumas dessas cartas no início do formato, talvez até mesmo acrescentando uma ou outra remoção que possa vir em Khans ou nos virar com mais cópias de Bile Blight.

O que provavelmente e obviamente acontecerá será a inclusão de fetchlands mesmo em decks de apenas uma cor para diminuir as chances de comprar um terreno durante o jogo, já que elas tiram 2 terrenos do seu deck. Sim, existem dados que comprovam que a probabilidade é minimamente diminuída, mas ainda assim vale a pena arriscar nesse mínimo. Porém, também não serão obrigatórias, logo, da pra jogar tranquilamente com o deck como ele está ou até mais barato do que agora.

Quem possui o Black Devotion atual provavelmente conta já com os terrenos e as cartas que a próxima lista usa, então é outra opção para a galera:

Devotion to Black, por cardshark25
MTGO THS Block Daily

17 Swamp
4 Temple of Deceit
4 Temple of Silence
2 Nykthos, Shrine to Nyx
27 Lands

4 Gray Merchant of Asphodel
4 Brain Maggot
3 Herald of Torment
3 Disciple of Phenax
3 Abhorrent Overlord
2 Erebos, God of the Dead
19 Creatures

4 Hero's Downfall
4 Thoughtseize
2 Bile Blight
1 Silence the Believers
3 Whip of Erebos
14 Other spells

1 Disciple of Phenax
2 Bile Blight
2 Silence the Believers
3 Pharika's Cure
3 Pyxis of Pandemonium
3 Read the Bones
1 Drown in Sorrow
15 Sideboard

A única aquisição que vocês provavelmente terão de fazer é com Abhorrent Overlod, mas essa criatura não deve custar nada atualmente. Gray Merchant of Asphodel é uma bomba e sempre será, então ter ele como um dos principais finishers do deck continua sendo uma ótima opção em conjunto com todas essas mágicas com vários símbolos de mana preta nelas e, em especial, Whip of Erebos.

Outra estratégia que existe é o Boros Heroic, provavelmente bem mais rápido ainda que o Black Aggro apresentado aqui. Nesse caso, ao invés de gastar dinheiro com Seizes e Downfall, precisaríamos gastar um pouco com Temple of Triumph e Mana Confluence (e Battlefield Forge de M15, porque né...).

Boros Aggro, por Monsoonblue
MTGO THS Block Daily

6 Mountain
6 Plains
4 Temple of Triumph
4 Mana Confluence
20 Lands

4 Favored Hoplite
4 Satyr Hoplite
4 Phalanx Leader
4 Mogis's Warhound
4 Akroan Crusader
20 Creatures

4 Gods Willing
4 Coordinated Assault
4 Launch the Fleet
4 Dragon Mantle
4 Ordeal of Purphoros
20 Other spells

1 Titan's Strength
4 Lagonna-Band Trailblazer
2 Fall of the Hammer
2 Chained to the Rocks
2 Brimaz, King of Oreskos
4 Ordeal of Heliod
15 Sideboard

Esse deck deve ter mais chances ainda de ganhar um FNM no começo do formato por ser bem mais explosivo que qualquer outra estratégia, porém pode se tornar o mais frágil depois de um curto período de tempo simplesmente pela galera aprender a jogar contra ele e se preparar melhor contra esse tipo de estratégia que sempre se mostrou bem fraca contra remoções. 

Outro ponto forte, por outro lado, é a ausência de Supreme Verdict, uma remoção global de custo 4. Dessa vez temos apenas uma de custo 5, então é um turno a mais para qualquer deck agressivo conseguir atacar decentemente, ou se preparar decentemente para o pior. O que sobra são remoções mais restritivas desse tipo, como Anger of the Gods e Drown in Sorrow, mas são bem mais fáceis de contornar também com, por exemplo, os próprios marcadores que nossas criaturas com heroico ganham ou proteções como Gods Willing e Mogis Warhound.

Entre essas alternativas eu irei investir dessa vez no Black Aggro para ter alguma coisa pronta pros primeiros torneios pós-rotação, mas realmente espero que algum deck de três cores vire um dos tier1 do formato e eu possa monta-lo. Acredito que ninguém mais aguenta essas devoções depois de ver o Standard dominado por elas por um ano inteiro, então vou querer me livrar disso o mais rápido possível.

Fetchlands e Courser of Kruphix

Mudando um pouco de assunto, todos sabem agora que as fetchlands de Onslaught retornarão em Khans of Tarkir, certo? Foi um acontecimento lindo e tudo mais, mas agora já começa o momento em que devemos começar a avaliar o impacto que ela terá no T2, já que no Modern não muda muita coisa e no Legacy não muda nada em termos de construção de decks. Mas o que eu realmente gostaria de destacar aqui é o poder que Courser of Kruphix ganhará com elas. Uma carta forte que ficará melhor ainda.

O principal motivo para isso é a capacidade que ele nos oferece de manipularmos o topo do nosso grimório com as fetchlands. Como jogamos com ele revelado, assim que avistarmos algo que não queremos, basta estourar a fetchland para embaralhar o grimório e botar algo novo lá. Se quisermos podemos ainda arriscar procurar por terrenos com fetchlands se tivermos precisando de um e já jogar ele do topo.

Outro motivo também é que ele anula o drawback de termos que pagar 1 ponto de vida para procurar por um terreno, já que ganhamos 1 quando baixamos a fetch e outro quando o terreno procurado por ela entra no campo de batalha. Se tivermos ainda dois Courser of Kruphix no campo de batalha, nesse processo conseguimos ganhar 3 pontos de vida, o que garante uma vantagem absurda no geral.

 

A carta já é boa por possuir esse efeito e ser 2/4 com um custo bem pequeno, agora somando a essas terrenos e o tanto de informações que ela nos oferece, será bem difícil não botar ela em qualquer deck verde que se preze daqui pra frente. Ela inclusive já está fazendo boas aparições no Modern, então parece ser um bom investimento, visto que boosters de Born of the Gods jamais serão abertos novamente.

Por hoje é isso! Espero que tenham gostado das listas que sugeri por aqui e se preparem bem para essa combinação de fetch com Courser no formato que se aproxima, tanto para jogar contra ela como com ela ao seu lado. Nos vemos na semana que vem!


ÚLTIMAS NOTÍCIAS


06/10/2016
REPOSIÇÃO - DECK BOX ULTRA-PRO DIVERSAS CORES - R$ 17,03

06/10/2016
REPOSIÇÃO - Z-BINDER LX BCW - R$ 101,12

21/09/2016
REPOSIÇÃO - 4 PACK BOOSTER POKÉMON: CRISE DUPLA

21/09/2016
REPOSIÇÃO - 2 PACK BOOSTER POKÉMON + MINI ÁLBUM (GOODRA) - R$ 34,81


veja tudo

DECKS REVELADOS


ARTIGOS


18/05/2015

08/12/2014
PAUPER - REFLEXÕES DE UM FORMATO COMPETITIVO

25/09/2014
CINCO RARAS DE KTK PARA SE OBSERVAR

11/09/2014
AS MÍTICAS DE KHANS OF TARKIR


veja tudo

MAGIC HOUSE SCHOOL


07/01/2014
MHS #23: MECÂNICA

18/09/2013
MHS #22: EFEITOS DE CÓPIA 2

27/08/2013
MHS #21: SUBORNO

02/08/2013
MHS #20: EFEITOS DE CÓPIA


veja tudo

TORNEIOS


04/04/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

04/04/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

03/04/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

03/04/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

01/04/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

29/03/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

28/03/2015
EM BREVE NOVOS TORNEIOS

veja tudo

Item adicionado com sucesso!



O item não foi adicionado!
Veja se a quantidade está correta!



Item removido com sucesso!



Quantidade inválida ou superior a máxima permitida:



Login ou Senha inválidos!



Aconteceu um erro ao deslogar seu usuário.
Por favor recarrege a página