MODERN BOROS

Decks Revelados (27/01/2012)

Olá, leitores! O que estão achando dessa temporada Modern? Bem, espero que estejam gostando, pois agora a coisa vai pegar pra valer. As datas dos PTQs aqui no Brasil já foram divulgadas (todos os campeonatos serão em Março), então já temos um ânimo maior que antes para treinar. Outra coisa que movimenta um pouco mais o formato é a chegada de Dark Ascension, que teve seu spoiler completo divulgado nessa semana. Provavelmente mude alguma coisa com as novas cartas, mas enquanto não temos acesso a elas, vamos a mais um Decks Revelados para dar uma forcinha pra quem ainda não escolheu seu deck para a essa temporada.

Desde meu primeiro artigo nesse ano falando sobre os decks que prometiam para essa onda de PTQs Modern o ambiente já mudou bastante. De todos os PTQs que já ocorreram, tanto online quanto na vida real, temos os seguintes vitoriosos por enquanto: Splinter Twin, Tezz Affinity, Splinter Twin, Affinity, Affinity e Boros respectivamente nos torneios que já ocorreram. Nos últimos dois PTQs tivemos um "Isochron Control" e um MonoBlue Faeries levando a taça.

  

Os dois Affinity normais são a versão convencional do deck que já foi abordado aqui nessa coluna, mas agora conta com algumas mudanças. Atog saiu da lista para dar espaço ao Etched Champion, assim como Fling saiu para dar espaço para Shrapnell Blast. Acredito que desde a última lista de banidas, essa é uma das listas no formato que se mantém mais consistente e sempre tendo resultados. Vale comentar que até agora essa é minha primeira opção para jogar os PTQs, então espero que continue assim.

As listas de Splinter Twin são bem padronizadas e não se diferenciam muito do que eram no antigo Standard, a única coisa que merece mais destaque é que como a maioria já sabe, o deck conta agora com Kiki-Jiki e Pestermite para ajudar no combo, o que acaba sendo uma junção das listas Extended com as listas Standard antigas, fazendo apenas a substituição dos mecanismos de procura banidos por Sleight of Hand e Serum Visions.

Os dois últimos e mais recentes decks vencedores – Isochron Control e MonoBlue Faeries – são decks novos e que realmente apareceram para pegar a galera de surpresa, mas esses eu prefiro deixar para uma análise mais profunda nas próximas semanas, já que ainda não tive tempo de testar os dois e ver o que posso opinar.

Antes de partir para a apresentação do deck de hoje, gostaria apenas de concluir essa introdução, onde vale avisar que os decks apresentados rapidamente no Decks Revelados – This is Modern ainda estão sendo bem usados, com excessão UW Tron, Blue Zoo, Ad Nauseam e Pox Rock que deram uma boa sumida do ambiente, em compensação temos mais uma onda de decks novos para abordar. Partindo então para nossa apresentação de decks, vamos falar sobre um dos mais recentes vitoriosos no Magic Online, nosso querido Boros.

Boros, por kbr3
Magic Online Modern Daily Event - 15/01 - 1º Colocado

4 Arid Mesa
2 Boros Garrison
4 Marsh Flats
4 Mountain
2 Plains
2 Sacred Foundry
4 Scalding Tarn
22 Lands

4 Chandra's Phoenix
3 Figure of Destiny
4 Goblin Guide
4 Grim Lavamancer
4 Plated Geopede
4 Steppe Lynx
23 Creatures

4 Lightning Bolt
4 Lightning Helix
4 Path to Exile
3 Searing Blaze
15 Spells

3 Combust
3 Disenchant
3 Refraction Trap
3 Shrine of Burning Rage
3 Volcanic Fallout
15 Sideboard

Esse é um deck que eu realmente não esperava ver fazendo resultados nessa temporada pelo tanto de decks agressivos que possuímos no ambiente, sem contar a grande quantidade de cartas que podem atrapalhar bem o deck. Por outro lado, esse sempre foi um deck que obteve resultados na maioria dos formatos ao longo dos anos, desde a sua aparição como guilda em Ravnica, então vendo dessa maneira não é de se espantar tanto que o deck ainda continue aparecendo.

A lista conta com algumas cartas bem diferentes do que a maioria esperava encontrar por aqui, a primeira delas é Chandra’s Phoenix e com certeza deve ter causado um ponto de interrogação na cabeça de cada um que a viu na lista pela primeira vez. Mas a questão correta não seria "por que usar?" e sim "por que não usar?".

Essa criatura é realmente boa, mesmo tendo o maior custo da lista ela se justifica. Possui o mesmo corpo e ímpeto de um Goblin Guide, além de possuir também a habilidade de voar. Como se tudo isso não fosse o bastante, ainda temos onze cartas no nosso deck capaz de fazê-la retornar do nosso cemitério para a nossa mão em algumas situações.

As demais criaturas do deck são as mesmas que as listas de Boros sempre carregaram consigo. Apesar de termos agora Grim Lavamancer como novidade também, ele simplesmente parece que sempre esteve presente na lista, se encaixando perfeitamente e tendo seu poder ampliado graças à grande quantidade de terrenos que o deck envia para o cemitério, alimentando a sua habilidade de causar dois pontos de dano.

Falando em terrenos, não é exagero falar que são de fato as cartas mais importantes para o deck. Essa lista conta com doze fetchlands para maximizar o poder de nossas criaturas com landfall, sendo elas Steppe Lynx e Plated Geopede, ambas sendo bem poderosas no deck, podendo fazer um único ataque capaz de levar o oponente para a zona vermelha rapidamente.

 

Mas já dizia o velho ditado que "com grandes poderes vem grandes responsabilidades". O uso sábio das fetchlands... Ou melhor, o uso sábio dos terrenos nesse deck é crucial para a nossa vitória. Os terrenos são combustível para essas oito criaturas e também aumenta o poder de Searing Blaze, então a não ser que seja extremamente necessário, não é aconselhável estourar uma fetchland ou baixar um terreno se ele não for fazer nada além de gerar mana.

Baixar e estourar uma fetchland sabendo que nossa criatura pode ser bloqueada por uma criatura 0/1 e perder completamente o ataque é algo imperdoável, então mesmo o deck sendo bem explosivo, precisamos saber frear com ela e fazer tudo o que é necessário para encurralar o oponente em um ou dois ataques críticos certeiros.

O ponto forte do nosso deck é o ataque com criaturas, então em grandes situações nossas mágicas serão mais uteis abrindo caminho para que as mesmas possam atacar e garantir mais pontos de dano do que um Lightning Bolt direto no nosso oponente. Saber quando compensa fazer essa limpeza no caminho é outro ponto bem importante para pilotar esse deck, caso contrário, seria melhor estarmos pilotando um MonoRed.

Ainda sobre os terrenos, vale alertar que a lista com apenas oito terrenos que podem ser buscados com nossas doze fetchlands: 4 montanhas, 2 planícies e 2 Sacred Foundry. Dificilmente iremos querer que esse último entre em jogo desvirado, então a não ser que, novamente, seja extremamente necessário, tente procurar por um terreno básico ao invés dessa dual. Quando tiver a oportunidade procure-a no passe para evitar tomar dano.

Cada fetchland tira um ponto de vida nosso e cada dual pode tirar dois pontos de vida, o que nos faz perder pelo menos uns cinco pontos de vida para nosso próprio deck. Contra decks agressivos isso pode realmente fazer uma grande diferença no resultado da partida. Um último conselho é escolher sabiamente os terrenos que precisamos procurar. Somos bem mais dependentes de mana vermelha nesse deck do que de mana branca (Chandra’s Phoenix e Searing Blaze custando duas vermelhas), então devemos ficar atentos com isso, mesmo quando estamos evitando buscar uma dual quando possuirmos poucos terrenos em nossa mão.

  

Temos apenas duas planícies no deck e estamos sujeitos a levar alguns Path to Exile durante algumas partidas, some isso ao fato de termos 4 Arid Mesa que só buscam por planície e faça direito as contas para não ficar com fetchlands mortas na mão. Isso é bem improvável de acontecer já que a partida tende a não demorar muito, mas é bom saber administrar sempre para não se frustrar por detalhes bobos que às vezes podem comprometer nosso jogo.

Um ponto importante para se levantar tendo em mente a estratégia focada em landfall é que em algumas situações um Path to Exile em uma de nossas criaturas pode ajudar muito, já que iremos procurar por um terreno e ativar essa habilidade tanto nas nossas criaturas restantes (não bloqueadas em algumas situações) quanto em um Searing Blaze. Isso vale tanto para os Path to Exile conjurados pelo nosso oponente quanto para os nossos. É bom manter a mente aberta durante o jogo e achar saídas diferentes das convencionais em situações como essas.

Figure of Destiny é uma carta que muitas pessoas ainda não sabem utilizar. Quando ela se encontra 2/2, enquanto tivermos três terrenos abertos na nossa mesa, nenhum oponente irá conjurar um LIghtning Bolt ou ativar um Lavamancer ou fazer qualquer outra jogada do tipo para tentar matar essa criatura, já que podemos simplesmente transformar ele em uma criatura 4/4 para desviar dessa remoção. Se o oponente fizer isso e conjurar outra carta em resposta, estaremos trocando uma carta por duas, então sairemos na vantagem.

O ponto aqui é que não precisamos nos preocupar freneticamente em transformar essa criatura 2/2 numa criatura 4/4. Sempre haverá um momento certo na partida para isso e caso a gente decida forçar a barra e leve uma remoção que poderia ser prevenida pelos motivos citados a cima, vai nos custar sim a nossa partida. Não estou falando também para evitar de conjurar mágicas apenas para deixar terreno em pé para transformar ele a qualquer momento, apenas estou alertando sobre situações onde devemos ter cuidado para não perder uma criatura em vão.

Esse sideboard é bem padronizado em todas as listas que podemos encontrar por ai, onde todas as cartas são bem eficientes quando tem de fazer o seu efeito. Combust é a carta perfeita contra qualquer Splinter Twin e Disenchant e Volcanic Fallout contra qualquer Affinity, além de tudo, essa última ainda se for usada depois de estourarmos uma fetch no turno do oponente, pode levar somente as criaturas dele e deixar nossos Lynx e Geopedes vivos.

Shrine consegue acabar com qualquer controle que encontrarmos e Refraction Trap é uma excelente carta contra qualquer deck que tenha uma boa base vermelha. Algumas listas podem optar por usar Harm’s Way que tem um custo não tão proibitivo ou condicional, mas qualquer uma das duas já é suficiente para causar grande surpresa para o adversário.

É verdade que o deck tem certa dificuldade contra combos, mas o sideboard, com Combust e Disenchant pode mudar facilmente essa situação. O maior problema dele mesmo são os hates que todo MonoRed já possui, como Timely Reinforcements e qualquer Marty.deck que encontrarmos pela frente. Temos de ter braço e tempo nesse caso para conseguirmos ter alguma chance de vitória.

Acredito que esse deck possa continuar tendo bons resultados no formato e muitos jogadores já possuem uma grande base para montar, principalmente quem jogou a temporada Standard passada na época em que esse deck era um dos melhores do ambiente, então pode compensar para alguns montar essa lista tanto por questão de poder quanto por questões financeiras.

Espero que tenham gostado da apresentação desse deck e de um resumo de como anda a evolução do formato e até a próxima semana com mais um Decks Revelados e uma análise geral dos cards de Dark Ascension. Até mais!


Paulo "Teddy" Sante
@skyteddy


ÚLTIMAS NOTÍCIAS


27/09/2014
DECK LISTS DOS CLASSIFICADOS PARA O NACIONAL PAUPER

23/09/2014
PONTUAÇÃO DA SUPER LIGA - MODERN ATÉ 20/09

19/09/2014
DECK LISTS DOS CLASSIFICADOS PARA A SUPER - LIGA MODERN

13/09/2014
BUYLIST MAGIC HOUSE (ATUALIZAÇÃO 01/10)


veja tudo

DECKS REVELADOS


ARTIGOS


25/09/2014
CINCO RARAS DE KTK PARA SE OBSERVAR

11/09/2014
AS MÍTICAS DE KHANS OF TARKIR

11/08/2014
AS POSSIBILIDADES COM CHORD OF CALLING

30/04/2014


veja tudo

MAGIC HOUSE SCHOOL


07/02/2014
MHS #24: REVISÃO DE REGRAS PARA NASCIDO DOS DEUSES

07/01/2014
MHS #23: MECÂNICA

18/09/2013
MHS #22: EFEITOS DE CÓPIA 2

27/08/2013
MHS #21: SUBORNO


veja tudo

TORNEIOS


26/10/2014
26/10 - 3º CLASSIFICATÓRIO DO CIRCUITO LIGAMAGIC

25/10/2014
25/10 - SATURDAY'S NIGHT COMMANDER MULTIPLAYER

25/10/2014
25/10 - 11º CLASSIFICATÓRIO SUPER LIGA - MODERN + GPT NEW JERSEY

24/10/2014
24/10 - FRIDAY NIGHT MAGIC (FNM DA FIDELIDADE)

23/10/2014
23/10 - 10º CLASSIFICATÓRIO SUPER LIGA - MODERN

22/10/2014
22/10 - TORNEIO DUEL COMMANDER

18/10/2014
18/10 - GAME DAY KHANS OF TARKIR

veja tudo

Item adicionado com sucesso!



O item não foi adicionado!
Veja se a quantidade está correta!



Item removido com sucesso!



Quantidade inválida ou superior a máxima permitida:



Login ou Senha inválidos!



Aconteceu um erro ao deslogar seu usuário.
Por favor recarrege a página